Qual a idade mesmo?

Eu ainda tenho 26. Farei 27, ou seja, tô mais perto dos 30 do que dos 20. Beleza, então neste caso não deveríamos ter liberdade absoluta? Aham, moro com meus pais, eles se preocupam, mas normalmente eu comento dos lugares onde vou. Acho que isso basta.

Eu detesto dar satisfações da minha vida, será que isso ainda não ficou claro? A gente não quer ser grossa, mas bah, não dá mesmooooo.

Por outro lado, duas entrevistas já foram realizadas. E fui super bem atendida, os dois jornalistas solícitos. Coisa boa começar com gente bacana. Espero que os demais sejam parecidos. 😉 Agora é correr contra o relógio porque tem muito o que ser feito. =)

Anúncios

Gostaram do meu discurso! =)

E não é que eu fui eleita juramentista da minha formatura? =)

De certo devem ter gostado do meu discurso. Obaaaa! Mais um motivo para me animar e me dar forças a continuar. O melhor não é ter desistido, mas sim desistir, tentar outra vez e recomeçar novamente, mas não desistir por completo! =)

É isso aí! A decisão foi acertada. Tudo o que acontece em nossa vida tem um motivo. E a decisão que tomei certamente uniu minha família. =)

A “história” de Xena

Quando me mudei para o apartamento que vivo atualmente fiquei muito contente em perceber a presença de uma cadela da raça basset em uma casa localizada na esquina de minha rua.

Querida como a maioria dos cães dessa raça, direto eu ia curar minha carência de não ter mais um cachorro dando carinho naquela amada.

A dona dela nunca foi muito simpática. Não dava muita atenção a Xena. Sempre pensei que no dia que eu ganhasse na Mega pediria para comprá-la.

Xena, a princesa guerreira, eu a chamava.

Até que um dia eu não vi mais a Xena. Quando raramente via a sua dona, esta estava de cara amarrada, o que me desencorajava a perguntar qual teria sido o destino de Xena.

Até que perguntei. Milagrosamente ela abriu um sorriso. Acho que a presença de minha mãe inibiu o seu mau humor.

Minhas suspeitas é de que ela tivesse partido para o outro plano.

– Um dia ela fugiu e não a vi mais. Acho que alguém deve ter levado ela.

Essa foi a resposta de sua dona. Simples assim. Nenhuma dor no peito de sentir saudades, da dor que o desaparecimento dela possa ter causado.

Eu não sei se essa história está bem contada, mas ao menos eu tive uma. Consigo ficar mais tranquila agora.

As saudades da Xena permanecem, é claro.

Desabafos

Como diria uma amiga minha, para não me expor tanto no Face, então escrevo por aqui, já q ninguém deve ler mesmo isso. Eu não divulgo ao menos.

Então simbora colocar tudo p fora.

O sentimento é de frustração. 26 anos e morando com os pais. Claro q há mtos casos parecidos com o meu, mtas pessoas moram com os pais. Não sei como é o relacionamento deles, mas eu digo que cansei. Para variar, não consegui dormir pensando no brechó. Fui organizar as coisas. Foi só eu abrir a porta para o sermão vir, nenhum um pouco preocupado se acordaria minha mãe. Cansei dessa pegação de pé. Com certeza eu estou resgatando algo, mas a gente dificilmente é forte o suficiente para encarar tanto desamor.

Quando um não quer dois não brigam certo? Eu já não sei, mas da mesma forma quando um não quer dois não amam, assim como quando um quer ajudar e outro não quer ajuda, o que se faz? Se desiste facilmente?

Para que dinheiro? Dinheiro não compra tudo. O que eu precisava era de apoio.

Chega por hoje. Deixa eu ir lá tomar meu banho que o dia vai ser longo. 😉

Mtos abraços de urso para mim repletos de energia! =)

Sensível

Eu ia escrever no face, mas achei melhor não. Então desabafo aqui. Mulheres: se vcs vão para a cama na primeira vez, ele não te leva a sério. Se vc não vai para a cama na segunda vez, ele perde o interesse. Se tiver sorte, ainda terá um terceiro encontro.

Detesto pessoas que ficam online e não te respondem. Cadê os amigos. Acontece? Será q vou até as ruas procurar meus cachorros? Fodaaaaa.

Respostas

Continuo procurando as respostas. Esqueço que o tempo é o senhor da razão e devo ter paciência.

Ai, estes meus altos e baixos. Estava tão contente por ter conseguido uma entrevista de emprego, mas agora há pouco fiquei triste com a indiferença de um homem. Ah, esses homens. Detesto indiferença. Eu sou romântica, essa é minha natureza, eu quero e preciso de mais.

Enquanto isto, eu prefiro os meus cachorros. Eles sim me dão todo o carinho e ainda mais. Gostaria de poder retribuir-lhes. Ah, q me falta faz um bichinho. Tenho que me conformar com os das ruas. E quando chove meu São Francisco Assis?

Desabafos…

PROJETO AMIGOS DOS ANIMAIS DE RUA PROMOVE BAZAR

Se você é de São Leopoldo/RS, dê um pulinho no 1º Bazar do PAAR (Projeto Amigos dos Animais de Rua) no próximo sábado, dia 7 de agosto.

Roupas, calçados, utensílios domésticos, acessórios, livros, CDs e outros itens a preços acessíveis.

Os valores arrecadados serão revertidos à alimentação e aos cuidados de saúde dos animais que estão sob os cuidados dos voluntários do PAAR enquanto aguardam adoção.

O quê? 1º Bazar do PAAR (Projeto Amigos dos Animais de Rua)
Quando? 7 de agosto de 2010
Horário? 9 às 17 horas
Onde? Sociedade Leopoldense de Orquidófilos (Avenida Theodomiro Porto da Fonseca, 470 – Centro de São Leopoldo/RS (próximo ao colégio São Luís).